Nomes que abalaram o mercado na TFL

por Gilmar Siqueira dia sexta-feira, 31 de agosto de 2012 às 23:01

Griffiths ainda não fez sua estreia com a camisa do Plymouth.
Nesta sexta-feira (31) a janela de transferências se encerrou na Inglaterra. Por isso o blog decidiu fazer um balanço das principais transações ocorridas na Football League. Como será impossível falar de todas, nos concentraremos nas mais bombásticas.

A primeira delas envolve o jovem atacante escocês que marcou 40 gols pelo Huddersfield na última temporada. Não poderia ser mais ninguém além de Jordan Rhodes. Poucos dias antes de a janela fechar o Blackburn fez uma oferta aparentemente irrecusável aos Terriers e logo acordou em termos pessoais com o jogador. Acredita-se que a transação beire os 8 milhões de libras (recorde nos Rovers).

O Watford sofreu grandes modificações para a atual campanha. A principal delas foi na administração com a chegada da família Pozzo. Tal mudança permitiu a vinda de muitos jogadores que estarão sob o comando de Gianfranco Zola. Dentre eles podemos destacar Manuel Almunia, Lars Ekstrand, Fernando Forestieri, Almen Abdi e mais recentemente Nathaniel Chalobah (este último emprestado pelo Chelsea).

Na última temporada completa de Dave Jones no comando do Cardiff (2010-2011), ele pode contar com Craig Bellamy no ataque. Tamanho foi o sucesso do ídolo galês que a torcida implorou sua permanência, mas a proposta do Liverpool falou mais alto. Agora, com os proprietários malaios e a nova filosofia de Malky Mackay, Bellamy volta a defender o clube de seu país.

Não restam dúvidas de que o Blackburn contratou bem para a disputa da Championship. Seu plantel é um dos mais fortes da divisão. Dentre os recém-chegados um nome que surpreendeu bastante foi o do experiente atacante português Nuno Gomes. O ex-atleta do Benfica defendeu o Braga na última Liga Zon Sagres e já chegou com moral ao time de Steve Kean.

Ainda que fora do campo o fim do Rangers tenha sido trágico, dentro dele as coisas não foram tão ruins durante a passada SPL. Prova disso é que o nigeriano Sone Aluko se destacou. O atacante que atua pelos lados do campo foi um dos jogadores mais importantes dos Gers e chegou a ser cogitado na Premier League. Entretanto, o Hull City de Steve Bruce foi mais rápido e conseguiu contratá-lo.

Há duas temporadas atrás o atacante irlandês Conor Sammon marcou 18 gols em 27 jogos pelo Kilmarnock. Tais números despertaram a atenção de muitos na Inglaterra e ele foi parar no Wigan. Roberto Martínez bem que tentou, mas Sammon não rendeu como esperado. Aí foi a vez do Derby County entrar em cena. Quase no fim da janela os Rams desembolsaram 1,320 milhões de libras por ele.

O senegalês El-Hadji Diouf fez uma fama um tanto polêmica pelos clubes por onde passou. Certa feita foi descrito por Neil Warnock (então treinador do QPR) como "pior que um rato de esgoto" após lesionar Jamie Mackie. Por ironia do destino Warnock agora conta com ele em seu Leeds (chegou como free agent).

O meia norte-irlandês Eunan O'Kane tem apenas 21 anos mas já é considerado um dos nomes mais promissores do país. Ele foi "descoberto" pelo Torquay em 2010 quando ainda defendia o Coleraine. A aposta foi tão bem-sucedida que bastaram 2 anos para que ele se tornasse o maestro dos Gulls. Mas depois de bater na trave duas vezes, ele resolveu ascender uma divisão e foi contratado pelo Bournemouth.

Rhys Griffiths tem 32 anos e é um dos atacantes mais conhecidos na Grã-Bretanha. Ele é o segundo maior artilheiro da história da Welsh Premier League (tendo marcado 188 gols) e foi também o melhor marcador nas últimas sete temporadas consecutivas (!). De lá para cá passou por Llanelli e Port Talbot, mas chegou a vez de aceitar um novo desafio: Plymouth Argyle. Os Pilgrims, que há pouco escaparam de uma liquidação, foram com tudo para este mercado de transferências e pretendem ao menos fazer uma boa campanha na League Two.

Football League Preview: 1° de setembro

por Lucas Leite dia às 14:58

Jordan Rhodes pode ser a novidade em Elland Road (Reprodução/Blackburn)
Após três dias dedicados à Capital One Cup, as equipes da Football League voltam suas atenções para as ligas nacionais. Como de costume, o blog te mostra em quais partidas ficar ligado.

Recém-promovido à League Two, o York City terá a difícil missão de parar o líder Oxford United em Bootham Crescent. Os anfitriões devem reforçar seu sistema defensivo com os estrantes Clarke Carlisle e Charlie Taylor. Pelo lado dos Yellows, Tom Craddodck, Deane Smalley e Jake Forster-Caskey retornam ao time titular, após serem poupados no meio de semana.

O confronto mais equilibrado da rodada, porém, fica por conta do terceiro colocado, Cheltenham, e do sétimo, Accrington. Os Robins não tem nenhum problema no elenco, enquanto Toto Nsiala volta a ficar à disposição de Paul Cook, após se recuperar de uma lesão no tornozelo.

Na League One, Yeovil defende a ponta da tabela contra o quinto colocado, Doncaster, que volta a ter Billy Paynter, David Cotterill, Chris Brown, Kyle Bennett e Martin Woods disponíveis. Já os Glovers esperam pelo retorno do lateral esquerdo Jamie McAllister, recuperado de lesão no tornozelo.

Embalado pela heroica classificação diante do Stoke, o Swindon vai a Preston medir forças com o time da casa, no jogo que fecha a quarta rodada. Invicto e ainda sem sofrer gols no nacional, os comandados de Paolo Di Canio ganham os reforços de Adam Rooney e Federico Bessone. Em situação completamente oposta, os Lillywhites, que já não contam com o atacante Ian Hume, tentam se distanciar da zona de rebaixamento.

Líder da Championship com 100% de aproveitamento, o Blackpool viaja ao King Power Stadium na esperança de manter a ponta da tabela. Para isso, os comandados de Ian Holloway - que deve manter o mesmo time da última rodada - precisarão superar o Leicester, que, após a humilhante eliminação para o Burton na Copa da Liga, pode dar a Wes Morgan, Liam Moore, Lloyd Dyer, Danny Drinkwater, Ben Marshall, Jamie Vardy e Jermanie Beckford novas chances no time titular.

Em Elland Road, o embalado Leeds recebe o Blackburn, que, apesar de invicto na liga, tenta se recuperar da eliminação da Capital One Cup. Os Rovers, que podem promover a estreia do badalado Jordan Rhodes, ainda aguardam exames médicos para definir se o winger Colin Kazim-Richards tem condições de jogo. Pelo lado dos Whites, David Norris, poupado no meio de semana, deve voltar ao time, depois de sentir uma pancada na vitória ante o Peterborough.

No KC Stadium, Hull City e Bolton se reencontram três anos após o empate em 2x2, ainda válido pela Premier League. Enquanto nos Tigers as novidades ficam por conta da provável estreia de Ahmed Elmohamady e dos retornos dos lesionados Liam Rosenior e Robert Koren, Owen Coyle podem sofrer com as baixas de Darren Pratley e Benik Afobe, que sentiram dores musculares na derrota para o Crawley,

*Clique aqui e confira o horário de todos os jogos da Football League neste fim de semana

Equipes da League One se destacam na segunda fase da Capital One Cup

por Lucas Leite dia às 11:48

O Swindon de Collins e Di Canio foi o grande destaque dessa fase
(Reprodução/Swindon)
Assim como na primeira fase, as zebras passearam no round seguinte da Capital One Cup. Entre as equipes da Football League, destaque para as impressionantes vitórias de Swindon, Crawley, Burton, Sheffield Wednesday e MK Dons.

O Swindon não sentiu a pressão do Britannia Stadium e bateu o Stoke na prorrogação, com direito a grande atuação de James Collins. Jogando como o Barcelona no primeiro tempo, os Robins abriram dois gols de vantagem em duas cabeçadas de Collins. Os donos da casa melhoraram após o intervalo, chegando ao empate com Kenwyne Jones e Jon Walters. Na prorrogação, o Swindon voltou a ficar em vantagem, graças a Aden Flint, mas o grandalhão Peter Crouch usou a cabeça para empatar novamente o jogo para o Stoke. E, quando a partida já se encaminhava para a disputa de penalidades máximas, James Collins, a um minuto do fim, se esticou todo para garantir a classificação dos comandados de Paolo Di Canio.

Tão surpreendente quanto a classificação do Swindon, foi a vitória do Sheffield Wednesday sobre o Fulham. Gary Madine, em cobrança de pênalti, garantiu a alegria dos mais de 14 mil presentes em Hillsborough. De quebra, os Owls ampliaram sua invencibilidade para 18 jogos. O clube não é derrotado desde que Dave Jones assumiu o cargo de treinador.

Em Buckinghamshire, Luke Chadwick complicou ainda mais a situação de Steve Kean no Blackburn. O atacante marcou os dois gols da vitória do MK Dons sobre o Rovers, que ainda descontou com o escocês David Goodwillie.

No Broadfield Stadium, o Crawley mostrou todo o seu poder de reação para buscar uma virada contra o Bolton. Os Trotters venciam até os 36 do segundo tempo (Benik Afobe havia aberto o placar ainda na primeira etapa), mas Billy Clarke, em chute da entrada da área, e Nicky Asoje, aos 47 minutos, asseguraram a classificação dos Red Devils.

Contudo, o Burton foi quem mais surpreendeu nos confrontos entre equipes da Football League. Mesmo longe de seus domínios, os Brewers truscidaram o Leicester, de Nigel Pearson. Chris Palmer, Cleveland Taylor, Robbie Weir e Jacques Maghoma anotaram os gols do Albion. Anthony Knockaert e Marko Futacs ainda descontaram para os Foxes, mas os tentos não foram suficientes para impedir que o Burton chegasse pela primeira vez à terceira fase da Copa da Liga.

Confira todos os resultados dessa segunda fase:

Sheffield Wednesday 1x0 Fulham
Crawley 2x1 Bolton
Stoke 3x4 Swindon
Reading 3x2 Peterborough
Yeovil 2x4 West Bromwich
West Ham 2x0 Crewe
Watford 1x2 Bradford
Swansea 3x1 Barnsley
Sunderland 2x0 Morecambe
Stevenage 1x4 Southampton
QPR 3x0 Walsall
Preston 4x1 Crystal Palace
Nottingham Forest 1x4 Wigan
Norwich 2x1 Scunthorpe
MK Dons 2x1 Blackburn
Leicester 2x4 Burton Albion
Leeds 3x0 Oxford
Gillingham 0x2 Middlesbrough
Doncaster 3x2 Hull
Coventry 3x2 Birmingham
Carlisle 2x1 Ipswich
Burnley 1x1 Plymouth (Burnley classificado nos pênaltis)
Aston Villa 3x0 Tranmere

Everton 5x0 Leyton Orient
Northampton 1x3 Wolverhampton

*Clique aqui e assista aos gols dessa segunda fase da Capital One Cup 

John Sheridan é demitido do Chesterfield

por Unknown dia terça-feira, 28 de agosto de 2012 às 15:03

Sheridan foi demitido após três anos no comando da equipe
(foto:BBC)
Foi anunciada hoje, 28 de agosto, a demissão do técnico John Sheridan do comando dos Spireites após três anos no cargo. Após 4 jogos e nenhuma vitória nesta temporada, o treinador, que foi responsável pela promoção à League One e também pelo novo rebaixamento do clube para a League Two no ano passado, deixou o clube.

A respeito da demissão do treinador, Chris Turner, dirigente do clube, disse que esta não foi causada apenas pelos quatro jogos desta temporada e sim por uma conjuntura de fatores. Contudo, o dirigente também afirmou que o ex-comandante foi fantástico para o clube.

Sheridan comandou o time em 160 partidas, das quais ganhou 63, empatou 39 e perdeu 59.

Enquanto um novo treinador não é contratado, o auxiliar técnico Tommy Wright e o preparador e goleiros Mark Crossley comandarão a equipe.

Times da semana: 28 de agosto

por Lucas Leite dia às 14:46

Como de costume, a Football League, em conjunto com a Press Association, divulga a cada semana um time ideal dos jogadores que mais se destacaram durante a última rodada nas três divisões. Confira, abaixo, os jogadores eleitos pela entidade:

Na equipe da Championship, predominaram os atletas de Blackpool e Brighton, destaque para o experiente Wayne Bridge e o talentoso Tom Ince. Autor de dois gols na vitória sobre o Peterborough, o argentino Luciano Becchio, do Leeds, fez dupla de ataque com Craig Mickail-Smith, que também deixou sua marca duas vezes contra o Barnsley. 

Clique na imagem para ampliar 
Líder da League One, o Yeovil também esteve bem representado no onze ideal da rodada, com o goleiro Marek Stech e os laterais Luke Ayling e James McAllister, além do meia Edward Upson. Já a linha de frente foi preenchida pela dupla Clayton Donaldson e Farid El Alagui, que marcou, duas vezes cada, na goleada do Brentford sobre o Wimbledon

Clique na imagem para ampliar 
Enquanto isso, na League Two, destaque para Exeter, Bradford, Torquay - do artilheiro Rene Howe - e Port Vale, com dois representantes cada. Quem também merece destaque é o meia Daniel Parslow, que abriu caminho para a primeira vitória do York City no retorno do clube à Football League. 

Clique na imagem para ampliar 

Blackpool e Sheffield Wednesday já começam a despontar

por Gilmar Siqueira dia domingo, 26 de agosto de 2012 às 22:20

Tom Ince foi o dono do jogo.

Após a terceira rodada da Championship dois times já começaram a despontar com maior destaque. São eles Blackpool e Sheffield Wednesday, que venceram bem Ipswich e Millwall, respectivamente. Além disso o Blackburn bateu o Leicester e está na cola de ambos.

Os Tangerines receberam o Ipswich e golearam por nada menos que 6x0. Dadas as circunstâncias do primeiro tempo (vitória magra por 1x0 com gol contra marcado por Cresswell) ninguém poderia esperar o show que estava por vir. Com menos de 15' da etapa complementar o garoto Tom Ince anotou um hat-trick e praticamente decretou a vitória do time de Holloway. Mas não parou por aí. Aos 17' Craig Cathcart marcou o quinto e Dicko fechou a conta no último minuto.

O Sheffield Wednesday, por outro lado, não teve vida tão fácil quanto a do Blackpool. Recebeu o Millwall e só venceu por 3x2 com um gol marcado aos 90'. Os Owls se adiantaram com tento de Jermaine Johnson aos 19 minutos. A partir daí os Lions foram para cima e nos 10' finais viraram o jogo graças a James Henry e Liam Trotter. No segundo tempo os bons ventos voltaram a soprar para o Sheffield e Miguel Llera anotou os dois gols que deram a vitória ao time da casa e ampliaram a invencibilidade de Dave Jones para 17 partidas.

O Blackburn, que ainda vive uma fase um tanto conturbada, enfrentou um complicado Leicester e venceu da melhor maneira possível. O experiente atacante português Nuno Gomes colocou os anfitriões à frente com um tento marcado aos 33 minutos. O empate dos Foxes saiu dos pés de Jamie Vardy (ex-Fleetwood) aos 10' do segundo tempo. Depois disso os Rovers voltaram a pressionar e, a falta de dez minutos para o fim, Mortem Gamst Pedersen deixou o dele. Este gol foi para ele como um desabafo depois de ter sido chamado de "aposentado" (ou "ex-jogador em atividade") por Shebby Singh, conselheiro do clube.

Confira todos os resultados da rodada:

Bolton 2x2 Nottingham Forest
Watford 2x0 Birmingham
Wolverhampton 1x1 Derby
Sheffield Wednesday 3x2 Millwall
Peterborough 1x2 Leeds
Middlesbrough 2x1 Crystal Palace
Huddersfield 2x0 Burnley
Charlton 0x0 Hull
Brighton 5x1 Barnsley
Blackpool 6x0 Ipswich
Blackburn 2x1 Leicester
Bristol City 4x2 Cardiff.

Swindon se aproxima da ponta; Pompey segue sem vencer

por Lucas Leite dia às 20:47

Liam Walker se desespera ao fim da partida (Reprodução/Portsmouth)
Assim como na League Two e Championship, a League One teve sua terceira rodada nesse fim de semana. Destaque para o contraste entre as equipes recém-promovidas da League Two e as rebaixadas da segunda divisão.

Melhor colocado entre os recém-promovidos, o Swindon assegurou outro clean sheet para garantir uma vitória simples contra o MK Dons, que teve um jogador (Dean Lewington) expulso pelo quarto jogo seguido. O gol que fez o County Ground explodir foi anotado pelo winger Matt Ritchie, em chute da entrada da área.

Ao contrário dos Robins, o Crewe não vem tendo o mesmo sucesso nesse início de League One. Os comandados de Steve Davies visitaram o Brentford em busca de sua primeira vitória, mas acabou goleado. Clayton Donaldson e Farid El Alagui, duas vezes cada, abriram vantagem na etapa inicial. Depois do intervalo, o excelente Mathias Pogba marcou o gol de honra dos visitantes, mas Harlee Dean usou a cabeça para fechar a goleada com chave de ouro.

Na Ricoh Arena, o Coventry esteve à frente do placar por duas vezes - graças a Adam Barton e Carl Baker - mas viu David Healy, de pênalti, e Lennell John-Lewis garantirem um ponto ao Bury, para ira da torcida, que vaiou a equipe após o apito final. O empate custou o cargo do treinador Andy Thorn.

Entretanto, o jogo mais emocionante da rodada ficou mais uma vez a cargo do Portsmouth. Os visitantes já estavam perdendo por 2x0 (Jake Jervis e Danny Livesey), quando Ben Long recebeu seu segundo amarelo, deixando a situação ainda mais complicada. Contudo, o Pompey decidiu se lançar de vez ao ataque e o jogo ficou frenético nos minutos finais. Ashley Harris descontou, após boa jogada de Liam Walker, mas James Berrett devolveu dois gols de vantagem ao Carlisle no minuto seguinte. Os comandados de Michael Appleton ainda voltaram a encostar no marcador, com Conor Clifford, porém, Paddy Madden, aos 51 do segundo tempo, fez questão de confirmar a vitória do United.

Confira todos os resultados da terceira rodada da League One:

Bournemouth 1x1 Preston
Brentford 5x1 Crewe
Carlisle 4x2 Portsmouth
Colhester 1x1 Sheffield United
Coventry 2x2 Bury
Doncaster 0x1 Crawley
Notts County 0x1 Walsall
Oldham 0x1 Stevenage
Scunthorpe 0x4 Yeovil
Shrewsbury 1x1 Tranmere
Swindon 1x0 MK Dons

*Leyton Orient x Hartlepool foi adiado devido a um grave acidente na rodovia M11, que impediu que membros da comissão técnica dos Pools chegassem a Londres.

Andy Thorn não é mais técnico do Coventry

por Lucas Leite dia às 14:49

O técnico não suportou as vaias da torcida após o empate contra o Bury
(Reprodução/Coventry)
Bastaram três rodadas para que a Football League conhecesse seu primeiro técnico demitido. Após empatar seus três primeiros jogos na League One, Andy Thorn teve seu contrato rescindido pela diretoria, 16 meses após assumir o comando efetivo do clube.

Thorn, de 45 anos, esteve à frente da campanha que rebaixou os Sky Blues para a League One, divisão que eles não disputavam desde 1964. Em 51 jogos, o ex-jogador do Wimbledon, que assumiu o clube como interino em março de 2011, conquistou apenas nove vitórias.

Enquanto ninguém chega para a vaga de Thorn, o técnico será temporariamente substituído pelos assistentes Richard Shaw e Lee Carsley. A dupla já deve comandar o clube nesta terça-feira, em jogo contra o Birmingham, pela segunda fase da Capital One Cup.

Burton e Gillingham mantém a ponta; Wimbledon sofre outra goleada

por Lucas Leite dia sábado, 25 de agosto de 2012 às 21:58

Smalley, ao fundo, celebra seu primeiro gol com a camisa dos
U's (Reprodução/Oxford)
Após uma primeira semana emocionante, a League Two segue a todo vapor! Destaque para as campanhas impecáveis de Oxford e Gillingham até aqui, além da goleada aplicada pelo quarto colocado Bradford City.

No Kassam Stadium, o líder Oxford fez valer a força de seus domínios para bater o Plymouth, com direito a dois gols do jovem Deane Smalley na primeira metade da etapa inicial. Os Pilgrims até descontaram em cobrança de falta de Robbie Williams há 15 minutos do fim, mas, sem forças para reagir, apenas assistiram a enorme festa dos quase sete mil presentes após o apito final.

O mesmo placar também manteve os 100% de approveitamento do Gillingham, que vem logo atrás. Na marca de meia hora, o experiente Deon Burton usou a cabeça para deixar os visitantes em vantagem, porém, Dwight Gayle, em cobrança de pênalti, recolocou o Dag & Red em igualdade no placar quatro minutos mais tarde. Contudo, após o intervalo Myles Weston devolveu a vantagem, que perdurou até o fim da peleja, aos comandados de Martin Allen.

A melhor partida da rodada, no entanto, foi disputada em West Yorkshire. Apoiado por sua torcida, o Bradford precisou de apenas 45 minutos para atropelar o Wimblendon, que já havia sido truscidado pelo Burton no meio de semana. Nahki Wells precisou de apenas três minutos para abrir anotar seu nome no placar, que foi aumentando à medida que o tempo passava. Curtis Haynes-Brown, contra, Andrew Davies, em excelente cobrança de falta, Rory McArdle, após boa jogada de Andrew Davies, e James Hanson, de cabeça, completaram a goleada dos Bantams. Louis Harris marcou o gol de honra do Dons, mas o tento não foi suficiente para mudar a história do jogo.

Na parte de baixo da tabela, o Southend somou seu primeiro ponto, em jogo dramático contra o Northampton. Os Shrimpers ficaram à frente do placar por duas oportunidades, graças a Britt Assombalonga e Kane Ferdinand, sofreram a virada, depois que Adebayo Akinfenwa, David Artell e Alex Nicholls foram as redes, mas buscaram o empate aos 49 do segundo tempo, com o zagueiro Ryan Cresswell.

Confira os resultados da terceira rodada da League Two:

Accrington 0x3 Exeter
Aldershot 0x1 Cheltenham
Barnet 1x3 York
Bradford 5x1 Wimbledon
Burton 0x1 Fleetwood
Chesterfield 1x1 Rotherham
Dag & Red 1x2 Gillingham
Morecambe 1x3 Port Vale
Northampton 3x3 Southend
Oxford 2x1 Plymouth
Torquay 4x2 Rochdale

*Wycombe 1x3 Bristol Rovers foi paralisado aos 21 minutos do segundo tempo, devido a uma forte chuva que alagou o Adams Park.

O que esperar dos jogos da Football League neste fim de semana?

por Lucas Leite dia sexta-feira, 24 de agosto de 2012 às 14:39

O Watford de Zola ainda não marcou em casa (Reprodução/TeamTalk)
Após duas rodadas emocionantes, as divisões inferiores da Inglaterra continuam em ritmo alucinante. Confira em quais jogos prestar atenção durante o fim de semana:

Única equipe que ainda não pontuou na League Two, o Southend visita o Northampton, a fim de recuperar o bom futebol da temporada passada. Para isso, os Shrimpers não poderão contar com o meia Michael Timlin, expulso na derrota para o Oxford.

Oxford, que desfalcado do atacante James Constable, com lesão na virilha, defende a ponta da tabela contra o Plymouth, no Kassam Stadium. Pelo lado do Plymouth, Carl Fletcher não deve ter problemas para escalar o mesmo time que empatou com o Dag & Red.

Na League One, chamam a atenção os confrontos entre Swindon x MK Dons e Doncaster x Crawley. Os Red Devils, que temo zagueiro Claude Davis como dúvida, pode promover as estreias do defensor Joe Walsh e do atacante Jonathan Forte. Já o Doncaster deve incluir James Coppinger entre os titulares, depois que o meia recusou um oferta do Barnsley.

Enquanto isso, no County Ground, Swindon e MK Dons fazem um duelo de invictos. Sem Alan Smith, Stephen Gleeson e Antony Kay, suspensos, os visitantes tem a difícil missão de vazar pela primeira vez no campeonato a defesa dos comandados de Paolo Di Canio.

Pela Championship, Bolton e Nottingham Forest* abrem a terceira rodada em grande estilo. Mesmo desfalcado de David N'Gog, os Trotters tem a missão de defender uma invencibilidade de 34 anos contra o Forest em seus domínios. Os Reds, em contrapartida, ainda não devem poder contar com o zagueiro espanhol Daniel Ayala.

No sábado, os destaques ficam por conta de Watford x Birmingham e Blackburn x Leicester. Autor do gol que garantiu a primeira vitória aos Rovers, o winger Colin Kazim-Richards, que sentiu o joelho, é a principal dúvida de Steve Kean. Nos Foexes, a novidade pode ser o atacante Andy King, que marcou dois gols em dois jogos, apesar de ter começado no banco de reservas em todos eles.

Em Vicarage Road, o Watford vai em busca de sua segunda vitória, após ser reforçado pelo experiente defensor Marco Cassetti, emprestado pela Udinese até o fim da temporada. O técnico Gianfranco Zola ainda vai avaliar a situação do meia e capitão John Eustace, que foi substituído no meio de semana após sentir um incômodo nas costas. No outro extremo, o Birmingham, que não vence fora de casa desde 3 de abril, deve confirmar a dupla Nikola Zigic e Marlon King no comando do ataque.

*A ESPN + promete transmitir Bolton x Nottingham Forest, nesta sexta, às 15:40.

Clique aqui para conferir o horário de todas as partidas deste fim de semana

Blackpool assume a ponta em rodada dominada por recém-chegados

por Lucas Leite dia quinta-feira, 23 de agosto de 2012 às 15:08

Matt Phillips (E) anotou o gol da virada dos Tangerines
(Reprodução/Blackpool)
Se na estreia as equipes vindas da Premier League e League One deixaram a desejar, ao menos elas mostraram eficiência no meio de semana, vencendo cinco das seis partidas em que estiveram envolvidas. Contudo, o principal destaque da segunda rodada ficou por conta de um velho conhecido dos amantes da Championship.

Única equipe com 100% de aproveitamento na liga, o Blackpool sofreu mais do que deveria para bater o Leeds em Bloomfield Road. Apesar de dominar a partida desde o início, os Tangerines viram Tom Lees subir mais que a zaga para colocar os visitantes em vantagem. Mesmo em desvantagem, o Blackpool manteve a calma e seguiu criando chances, mas só conseguiu ser efetivo após as entradas de Matt Phillips e Nouha Dicko no segundo tempo. Coincidentemente, foram os dois quem viraram a partida. Aos 30, Dicko completou para o gol após jogada de Stephen Crainey pela direita e, cinco minutos mais tarde, Phillips, que começou a partida no banco após pedir para ser negociado, virou a partida em jogada idêntica a anterior.

A rodada também foi boa para as equipes recém-promovidas, especialmente para Charlton e Sheffield Wednesday. No The Valley, os Addicks abriram vantagem na primeira etapa, com o artilheiro Bradley Wright-Phillips e o fundamental Yann Kermogant, que celebrou pedindo silêncio aos torcedores do Leicester - clube que defendeu entre 2009 e 2011 - que o vaiavam. Os Foxes chegaram a descontar no segundo tempo, com Andy King, mas o tento não foi suficiente para impedir que os comandados do aniversariante Nigel Pearson perdessem a primeira na Championship.

Enquanto isso, em Hillsborough, o Sheffield Wednesday contou com a brilhante estreia de Lozano Rodri para ampliar para 16 jogos a invencibilidade do técnico Dave Jones. O atacante espanhol marcou o segundo gol dos Owls na vitória sobre o Birmingham. Reda Johnson e Jermaine Johnson completaram o placar para os anfitriões, enquanto Nikola Zigic e Marlon King, em cobrança de pênalti, descontaram para o City.

No jogo que encerrou a rodada, o Blackburn recebeu o Hull City e assegurou sua primeira vitória no campeonato em meio a protestos contra o técnico Steve Kean. O gol da vitória magra dos Rovers foi anotado pelo winger Colin Kazim-Richards, que também havia deixado sua marca na estreia.

Confira todos os resultados de segunda rodada da Championship:

Brighton 0x0 Cardiff
Bristol City 4x1 Crystal palace
Charlton 2x1 Leicester
Huddersfield 1x1 Nottingham Forest
Middlesbrough 3x2 Burnley
Peterborough 1x2 Millwall
Sheffield Wednesday 3x2 Birmingham
Watford 0x1 Ispwich
Wolverhampton 3x1 Barnsley
Blackpool 2x1 Leeds United
Bolton 2x0 Derby County
Blackburn 1x0 Hull City

Hat-trick de Andy Robinson dá liderança ao Tranmere

por Lucas Leite dia quarta-feira, 22 de agosto de 2012 às 15:43

Robinson se tornou o 68° a marcar um hat-trick pelos Rovers
(Reprodução/Tranerme)
Depois de uma primeira rodada de poucos gols, algumas equipes se soltaram mais durante o meio de semana e, assim como na League Two, três clubes seguem com 100% de aproveitamento.

Em Brunton Park, o Tranmere não tomou conhecimento do Carlisle e, com três gols do experiente Andy Robinson, garantiu-se no ponto mais alto da tabela. Logo abaixo dos Rovers, vem o Doncaster, que saiu perdendo para o Bury (Joe Skarz marcou logo aos cinco minutos) mas se aproveitou da expulsão do capitão Steven Schmacher para virar a peleja com Kyle Bennett e Chris Brown.

Em Meadow Lane, o tradicional Notts County fez mais uma vítima e garantiu o terceiro ligar. O recém-chegado Francois Zoko e o meia Neal Bishop asseguraram a vitória dos Magpies sobre o Hartlepool.

Contudo, o jogo mais dramático, foi protagonizado por Colchester e Portsmouth. Com um time formado basicamente por jogadores emprestados e das categorias de base, o Pompey saiu na frente com Luke Rodgers, mas sofreu a virada no início do segundo tempo, após gols de Michael Rose e Magnus Okuonghae. E quando tudo já parecia perdido para os comandados de Michael Appleton, Jordan Obita, que havia acabado de sair do banco, precisou de apenas um toque na bola para deixar tudo igual quando restavam apenas quatro minutos para o apito final. Na parte de baixo da tabela, Scunthorpe e Leyton Orient seguem sem pontuar.

Confira todos os resultados da segunda rodada da League One:

Bournemouth 1x1 MK Dons
Brentofrd 1x3 Yeovil
Carlisle 0x3 Tranmere
Colchester 2x2 Portsmouth
Coventry 1x1 Sheffield United
Doncaster 2x1 Bury
Leyton Orient 0x1 Stevenage
Notts County 2x0 Hartlepool
Oldham 1x1 Walsall
Scunthorpe 1x2 Crewe
Shrewsbury 1x0 Preston
Swindon 3x0 Crawley

Três times mantém 100% de aproveitamento em rodada marcada por goleada do Burton

por Lucas Leite dia às 15:09

A tarde foi histórica em East Staffordshire
Ao contrário da rodada inaugural, onde foram as defesas quem chamaram a atenção, as partidas de meio de semana tiveram como ponto positivo o alto número de tentos anotados (apenas Dag & Red e Plymouth não saíram do zero). Destaque para a goleada do Burton Albion, além das vitórias de Accrington, Gillingham e Oxford, únicos clubes com dois triunfos em dois jogos.

Jogando em casa, o Burton foi arrasador. Em apenas 28 minutos, os Brewers já haviam vazado a meta adversária em quatro oportunidades, com Cleveland Taylor, Billy Kee, Jacques Maghoma e Justin Richards. Na etapa complementar, os anfitriões diminuíram o ritmo, mas nem por isso deixaram de marcar. Robbie Weir e Zander Diamond, em chute de fora da área, marcaram o quinto e o sexto, respectivamente. Os Dons ainda descontaram duas vezes nos 15 minutos finais, graças a Byron Harrison e Pim Balkestein, mas os tentos não foram suficiente para impedir que os comandados de Gary Rowett vencessem pela primeira vez na liga. 

Em Lancashire, o Accrington surpreendeu mais uma vez, batendo outro favorito ao acesso. Padraig Amond, de pênalti, e James Gray, já nos acréscimos da etapa complementar, garantiram a vitória do Stanley sobre o Port Vale. Também pelo mesmo placar, o líder Oxford confirmou sua vitória frente ao Southend, que teve Michael Timlin expulso ainda na primeira etapa. Tom Craddock saiu do banco para anotar os dois gols da partida.

Já no Adams Park, o Gillingham superou a expulsão de Tom Flanagan para, ao lado do Exeter, se tornar o único time visitante a triunfar na rodada. O gol que garantiu a vitória e o segundo lugar aos Gills foi marcado por Joe Martin, após bom passe de Myles Weston.

Confira os resultados desta segunda rodada da League Two:

Accrington 2x0 Port Vale
Aldershot 1x2 Exeter
Bradford 1x0 Fleetwood
Burton 6x2 Wimbledon
Chesterfield 1x1 Rochdale
Dagenham & Redbridge 0x0 Plymouth
Morecambe 2x2 York City
Northampton 2x1 Rotherham
Oxford 2x0 Southend
Torquay 2x2 Cheltenham
Wycombe 0x1 Gillingham
Barnet 1x1 Bristol Rovers

O que esperar da rodada de meio de semana da Football League?

por Lucas Leite dia terça-feira, 21 de agosto de 2012 às 12:57

Steve Kean define sua situação (Reprodução/Guardian)
As divisões inferiores da Inglaterra seguem em ritmo alucinante e, apenas três dias após após o debute nas ligas nacionais, as equipes retornam a campo para a segunda rodada. O blog te mostra em quais partidas ficar de olho:

Surpresa na rodada inaugural da League Two, o Accrington recebe o Port Vale, que deve mandar a campo o mesmo time que bateu o Barnet no fim de semana. Pelo lado do Stanley, Dean Winnard e Padraig Amond, até então machucados, podem reforçar o time de Paul Cook.

Já na League One, o destaque fica por conta do embate entre os recém-promovidos Swindon e Crawley. Após empatar na estreia, o atual campeão da League Two tem como dúvidas Gary Roberts e Paul Caddis, que machucados perderam as últimas partidas. Já o Crawley, do artilheiro Gary Alexander, deve repetir o time que goleou o Scunthorpe. 

Enquanto isso, na Championship, Brighton e Cardiff, Blackpool e Leeds, além de Blackburn e Hull City, que fecham a rodada amanhã, merecem uma atenção especial. No Amex Stadium, Vicente Rodriguez (virilha) e Will Buckley (quadril) devem passar por testes físicos antes da partida, enquanto Kevin McNaughton, Mark Hudson, Ben Turner e Andrew Taylor retornam ao Cardiff após se recuperarem de lesões. 

Embalados por vitórias na estreia, Blackpool e Leeds medem forças em Bloomfield Road. Sem o experiente Kevin Phillips, os Tangerines podem contar com os regressos de Angel Martinez e Nouha Dicko. Pelo lado dos Whites, Neil Warnock ainda procura um substituto para Paul Green, que deve perder algumas semanas após machucar o joelho diante do Wolverhampton.

Fechando a rodada, o Hull City visita o Blackburn, do ameaçado técnico Steve Kean. Depois de empatar contra o Ipswich, o Rovers pode contar com o retorno de David Dunn, que se recuperou de uma lesão muscular. Nos Tigers, a novidade pode ser o zagueiro Alex Bruce, caso seu pai, Steve Bruce, queira adotar um esquema mais conservador. 

Placares magros dominam o início da League One

por Unknown dia segunda-feira, 20 de agosto de 2012 às 21:29

Alexander comemora seu segundo gol na vitória do Crawley sobre o
Scunthorpe
A League One resolveu economizar nos gols em sua rodada de estreia. Seis dos doze jogos terminaram empatados, enquanto em apenas dois houve mais de dois gols de diferença. Destaque para o recém-rebaixado Doncaster, que bateu o Walsall por três a zero fora de casa, mesmo placar da vitória do Crawley sobre o Scunthorpe.

Os outros recém-rebaixados, Porsmouth e Coventry, empataram com Bournemouth e Yeovil, respectivamente, por 1 a 1. Enquanto isso, os recém-promovidos, além do já destacado Crawley, não tiveram desempenho satisfatório. O Swindon empatou com o Hartlepool por 0 a 0, enquanto o Shrewsbury perdeu para o Sheffield United por 1 a 0.

Houve dois jogadores com dois gols na rodada: Alexander, do Crawley e Akpa Akpro, do Tranmere, tornando-se os dois artilheiros do campeonato até aqui. Confira os resultados da rodada:

Crawley 3 x 0 Scunthorpe
Crewe 1 x 2 Notts County
Hartlepool 0 x 0 Swindon
Milton Keynes 2 x 0 Oldham
Portsmouth 1 x 1 Bournemouth
Preston 0 x 0 Colchester
Sheffield United 1 x 0 Shrewsbury
Stevenage 1 x 1 Carlisle
Tranmere 3 x 1 Leyton Orient
Walsall 0 x 3 Doncaster
Yeovil 1 x 1 Coventry
Bury 0 x 0 Brentford

Renovado Watford começou sua trajetória com uma grande vitória

por Gilmar Siqueira dia domingo, 19 de agosto de 2012 às 21:12

Zola terá outra chance de treinar na Inglaterra.
Renovação. Esta sem dúvida é a principal palavra para descrever o Watford desta temporada. Antes de a bola rolar para a edição 2012-2013 da Championship os Hornets foram comprados pelo empresário italiano Giampaolo Pozzo, que também é proprietário do Granada e da Udinese. A torcida logo se manifestou com medo de que ele fizesse do time mais uma filial da Udinese (como o Granada), mas ele disse que o Watford seguirá sendo a equipe competitiva que sempre foi. Veremos.

A transação em si aparentemente foi rápida. Pozzo já estava interessado no clube há alguns meses e as negociações não tardaram em acontecer. Seu primeiro passo ao chegar foi reformular a diretoria. Em outras palavras, ele encheu o clube de italianos (medida que seguramente desagradou o ex-presidente Graham Taylor que agora é comentarista da Radio BBC).

Entretanto, a modificação mais polêmica foi a realizada no banco de reservas: ele demitiu o prata da casa Sean Dyche para contratar Gianfranco Zola. Esta atitude fez cair ainda mais a popularidade de Pozzo, já que Dyche conquistou totalmente a confiança da torcida pelo bom trabalho realizado na temporada passada.

Ele deixou os Hornets na 11a. colocação. Não parece grande coisa, mas foi. É importante lembrar que para a passada campanha o time perdeu o artilheiro da Championship 2010-2011, Danny Graham, e seu grande maestro Will Buckley. Estes dois foram os grandes responsáveis pela permanência do time na segundona durante a campanha.

Mas não foi só isso. Em 2011-2012 foi dada a Sean Dyche sua primeira grande chance como treinador. Isso porque Malky Mackay, outro dos grandes técnicos revelados pelo Watford, aceitou o convite do Cardiff. Dyche, como seu braço direito, também teve a oportunidade de ir, mas preferiu ficar e fez um excelente trabalho.

É compreensível que Pozzo queira colocar um homem de sua confiança no banco -e esta é a única justificativa para a demissão de Dyche- mas ele poderia dar mais um voto de confiança ao técnico inglês. Dificilmente ele decepcionaria. Ademais, Zola conhece a Inglaterra mas nunca trabalhou na Championship. E isso pode fazer a diferença.

Tratando a respeito dos reforços, o ex-jogador do Chelsea terá à sua disposição nomes interessantes como Manuel Almunia (sabe Deus por quê eles deixaram o ótimo Scott Loach ir embora), Matej Vydra, Almen Abdi e Daniel Pudil. Eles se juntarão aos confiáveis John Eustace, Mark Yeates, Jonathan Hogg e Craig Forsyth.

Tais jogadores deixam o Watford com um dos elencos mais interessantes da Championship (ao menos do meio para frente). Prova disso foi a vitória sobre o Crystal Palace por 3x2, onde Abdi e Vydra marcaram nos dois minutos finais.

É complicado dizer se Zola conseguirá fazer este plantel funcionar adequadamente até o término do primeiro turno, haja vista que os jogadores e até mesmo ele precisam se adaptar. Portanto, a torcida deve ter um pouco de paciência. Esta temporada será mais de transição do que de competição pelo acesso.

Por Gilmar Siqueira.

Recém-chegados não empolgam na primeira rodada

por Gilmar Siqueira dia às 13:40

Para variar, Kean já está ameaçado.

Quase sempre os clubes que chegam da Premier League são considerados favoritos na Championship, principalmente por seus elencos e condições. Nesta edição não é diferente. Contudo, o que nos chamou a atenção foi que nenhuma destas equipes convenceu na estreia. Dentre os vindos da League One, a impressão foi a mesma. 

No debute oficial do treinador norueguês Stale Solbakken o Wolverhampton perdeu por 1x0 para um empolgante Leeds que soube administrar a vantagem e se mostrou bastante sólido defensivamente. No reencontro de Owen Coyle com seu ex-clube, o Bolton acabou derrotado por 2x0 para o Burnley (Charlie Austin foi o autor do segundo gol).

Mesmo contando com os reforços de Kazim-Richards, Eutuhu, Danny Murphy e Nuno Gomes o Blackburn não saiu de um empate (1x1) com o Ipswich Town. 1x1 também foi o resultado do confronto entre o Charlton, campeão da última League One, e o Birmingham. Os dois gols saíram nos 10 minutos finais: Leon Cort marcou para o Charlton aos 37' e Zigic empatou aos 45'.

Confiram todos os resultados da primeira rodada da Championship:

Cardiff 1x0 Huddersfield
Nottingham Forest 1x0 Bristol City
Millwall 0x2 Blackpool
Leicester 2x0 Peterborough
Ipswich 1x1 Blackburn
Hull 1x0 Brighton
Derby County 2x2 Sheffield Wednesday
Crystal Palace 2x3 Watford
Burnley 2x0 Bolton
Birmingham 1x1 Charlton
Barnsley 1x0 Middlesbrough
Leeds United 1x0 Wolverhampton

Por Gilmar Siqueira.

Defesas chamam a atenção na primeira rodada da League 2

por Unknown dia às 00:05

Kedwell foi um dos grandes nome da rodada, com dois gols na vitória
do Gillingham (foto: bbc)
Na volta da League 2, um setor específico chamou a atenção, tanto para o bem quanto para o mal. Dentre os doze jogos ocorridos na primeira rodada, apenas dois tiveram as defesas dos dois times vazadas. Contudo, houve cinco jogos em que o vencedor marcou três gols, evidenciando os dois lados da moeda.

Levando em consideração os clubes que caíram para a divisão na temporada passada, apenas o Wycombe conseguiu se sair bem, com boa vitória de 3 a 1 sobre o York. Rochdale empatou, enquanto Chesterfield e Exeter perderam suas estreias.

Os placares mais extensos ficaram por conta de Port Vale 3 x 0 Barnet e Exeter 0 x 3 Morecambe. Já os zero a zeros foram dois: os confrontos entre Fleetwood e Torquay; e Rochdale e Northampton. Com média de cerca de dois gols por partida, tivemos jogadores marcando dois tentos: Fleming, do Morecambe, e Kedwell, do Gillingham

A eficiência de alguns ataques, a solidez de algumas defesas e a deficiência de outras serviram para demonstrar que esta temporada certamente nos reservará fortes emoções. Confira todos os resultados da rodada:

Briston Rovers 0 x 2 Oxford Utd
Fleetwood 0 x 0 Torquay
Gillingham 3 x 1 Bradford
Plymouth 0 x 2 Aldershot
Port Vale 3 x 0 Barnet
Rochdale 0 x 0 Northampton
Rotherham 3 x 0 Burton
Exeter 0 x 3 Morecambe
Wimbledon 1 x 0 Chesterfield
York 1 x 3 Morecambe
Cheltenham 2 x 0 Dagenham & Red.

Por João Pedro Almeida.

Projeto de Evans começa bem

por Gilmar Siqueira dia sábado, 18 de agosto de 2012 às 22:38

Ambição sabemos que ele tem.
A primeira rodada da League Two 2011-2012 não podia começar melhor para o Rotherham United, que venceu o Burton Albion por 3x0. Os Millers, que sob a direção do experiente Steve Evans visam o acesso à League One, passaram por uma verdadeira reformulação no elenco e uma bela vitória logo na estreia lhes serve como uma injeção de ânimo.

Vale lembrar que na temporada passada o Rotherham já era um forte candidato à promoção, mas ao longo da campanha caiu gradativamente e terminou fora até mesmo dos play-offs. Tal queda fez o presidente Tony Stewart perder a paciência e dar uma cartada arriscada antes mesmo de a temporada terminar. Ele demitiu o treinador Andy Scott e trouxe Steve Evans, do Crawley.

A imprensa não divulgou valores da negociação, mas sabemos que o fator financeiro foi determinante. Logicamente Evans não deixaria um clube onde trabalhava desde 2007 e que estava garantido na League One se a proposta não fosse financeiramente viável. Além disso, o Crawley também é um clube com um belo poder aquisitivo para os padrões da Football League.

Mas será que vale apostar tão alto? Esta resposta só virá com o tempo. De uma forma ou de outra, o escocês é um ótimo treinador. Ele assumiu o Crawley na Conference e o deixou praticamente na League One. Antes disso fez algo parecido com o Boston United, assumindo em 1998 e deixando o cargo justamente em 2007. Só vale destacar que neste meio-tempo foi suspenso algumas vezes por fraude fiscal, já que "camuflou" salários declarando que eram despesas do clube.

Contando com o respaldo de Stewart, ele autorizou a saída de 11 jogadores, dentre eles os importantes Lewis Grabban, Ryan Cresswell e Tom Newey. Por outro lado chegaram Michael O'Connor, Daniel Nardiello (que marcou na estreia), Kari Arnason, Kayode Odejayi (que também marcou na estreia), entre outros.

Estes reforços fizeram do plantel do Rotherham um dos melhores da League Two nesta temporada (isso se não for o melhor) e o converteu em um forte candidato ao título. Logicamente é muito cedo para prever o que irá acontecer ao longo da temporada, mas os investimentos de Stewart sem dúvida fizeram com que os prognósticos fossem extremamente positivos.

Por Gilmar Siqueira.

Será dada a largada para a temporada 2012/2013!

por Lucas Leite dia sexta-feira, 17 de agosto de 2012 às 14:08



Está chegando a hora! Após abrirem 2012/2013 com a primeira fase da Capital One Cup, as equipes das divisões inferiores da Inglaterra voltam suas atenções para a rodada inaugural da temporada de número 114 da Foootball League. O blog te mostra em que partidas ficar de olho durante o fim de semana.

Na League Two, as expectativas ficam por conta dos recém-promovidos Fleetwood Town e York City. Longe das divisões profissionais desde 2004, o York mede forças contra o Wycombe Wanderers, rebaixado à quarta divisão na última temporada. Enquanto isso, em Highury, os Cod Army recebem o Torquay United, derrotado pelo Crewe na final dos playoffs em 2011/2012.

Os Railwaymen também merecem destaque na primeira jornada da League One. Invicto a 20 partidas, o Crewe, que aposta na contratação de Mathias Pogba para suprir a saída de Nick Powell, recebe o Notts County, de Keith Curle.

Contudo, o embate mais marcante da terceira divisão deve acontecer em Fratton Park. Após ser eliminado da Copa da Liga pelo Plymouth atuando com nove jogadores das categorias de base, o Portsmouth estreia no campeonato nacional diante do Bournemouth. Ainda sem um novo proprietário e a beira da falência, o Pompey - que conseguiu "retardar" uma punição de 10 pontos junto à Football League - deposita suas fichas nos 10 reforços contratados a curto prazo durante essa semana.

Por último, mas não menos importante, a Championship acumula partidas interessantes, a começar pela de hoje, entre Cardiff e Huddersfield. Depois da polêmica mudança de seu uniforme principal, o City de Craig Bellamy travam duas batalhas no Cardiff City Stadium: contra a torcida e o Huddersfield, do badalado Jordan Rhodes.

Além da partida de abertura, o sábado reserva mais emoção com os duelos entre Burnley x Bolton, Leeds x Wolves* e Charlton x Birmingham. Campeão da League One com recorde de vitórias na temporada passada, o Charlton encara o Birmingham, agora comandado por Lee Clark. O banco de reservas também merece destaque em Turf Moor, já que Owen Coyle reencontra o Burnley dois anos após ter trocado os Clarets pelo Bolton.

Já em Elland Road, o modificado Leeds de Neil Warnock encara o Wolverhampton, que passa por um período conturbado. Sem os lesionados Christopher Berra, Stephen Ward, Kevin Doyle e Jamie O'Hara, Stale Solbakken ainda sofre com as iminentes saídas de Steven Fletcher e Matt Jarvis para armar seu time para a estreia.

Clique aqui e confira o horário de todos os confrontos do fim de semana

*A ESPN Brasil transmite Leeds United x Wolverhampton Wanderers, ao vivo, no sábado (18), às 8:45 da manhã.

Capital One Cup começa com zebras

por Gilmar Siqueira dia terça-feira, 14 de agosto de 2012 às 20:37


Connor Jennings.
A edição 2012-2013 da Capital One Cup (antiga Carling Cup) começou neste fim de semana e já nos trouxe muitíssimas impressões acerca das equipes da Football League. E como não poderia deixar de ser, algumas zebras despontaram neste começo oficial de temporada na Inglaterra.

Dentre os jogos de sábado (11) destaque para a goleada do Crewe sobre o Hartlepool (5x0). Nesta partida o estreante Mathias Pogba marcou duas vezes e mostrou que o Alex não sentirá tanta falta assim de Nick Powell. Outro que brilhou -e também marcou dois tentos- foi o prata da casa Max Clayton. Com esta vitória a invencibilidade do Crewe passou a ser de 20 partidas.

Na estreia do treinador norueguês Stale Solbakken o Wolverhampton precisou dos pênaltis para passar pelo Aldershot. Os Wolves até saíram na frente com Ebans-Blake (aos 8' do segundo tempo), mas cerca de dez minutos depois Michael Rankine empatou. Nas grandes penalidades o herói foi o goleiro Carl Ikeme, que defendeu a cobrança de Jordan Roberts.

No único duelo de domingo (12), o Blackpool perdeu em casa para o Morecambe por 2x1. Bastaram seis minutos para que Lewis Alessandra pudesse colocar os Shrimpers na frente. Seguramente este gol abalou os Tangerines que, mesmo munidos de seus principais jogadores, não conseguiram empatar. O segundo gol do Morecambe veio aos 11' da segunda parte, quando a defesa se atrapalhou e Andrew Fleeming anotou. A falta de 15' para o fim Alex Baptiste marcou, mas aí já era tarde demais.

Na segunda-feira (14) o Oldham recebeu o Sheffield Wednesday e abriu 2x0 com gols de Jordan Slew e Jean Yves Mvoto, ainda na primeira metade. Nos 45 minutos finais o rumo da partida mudou radicalmente e os Owls partiram para cima. Aos 8' Jermaine Johnson descontou e, a partir daí, a estrela de Chris O'Grady começou a brilhar: ele empatou aos 17' e virou o jogo aos 25'. Para fechar a vitória dos comandados de Dave Jones Michail Antonio também marcou.

Encerrando a rodada, na terça-feira (15), o Swindon recebeu o Brighton e não tomou conhecimento do adversário. O time de Paolo Di Canio deu tamanho espetáculo -sobretudo no segundo tempo- que 3x0 foi pouco. Dois dos três gols foram marcados justamente por um ex-jogador do Brighton, Alan Navarro. Ainda que a partida tenha sido fantástica, o que chamou mais a atenção foi Di Canio mandando torcedores calarem a boca após os dois gols de Navarro.

Por fim, naquele que foi sem dúvida o embate mais interessante da Capital One Cup até aqui, Derby County e Scunthorpe United empataram em 5x5 no tempo normal e precisaram dos pênaltis para decidir o rumo da peleja. Os Rams abriram 3x0 no primeiro tempo com Richard Keogh, Jake Buxton e Theo Robinson. No início da segunda parte Andy Barcham descontou, mas pouco depois Buxton apareceu novamente. Tudo decidido? Que nada. Mike Grella deixou o Iron vivo aos 18'. Para piorar a situação do Derby, Bobby Grant fez o terceiro do Scunthorpe aos 23'. Faltando 10' para o fim Nathan Tyson ampliou a vantagem dos Rams, mas não adiantou. Nos acréscimos Grant e Connor Jennings marcaram e igualaram tudo. Nos pênaltis, o mesmo Jennings foi o autor do gol que deu a classificação ao Scunthorpe.

Confira todos os resultados da primeira rodada da Capital One Cup:

Sábado:

Wolves 1x1 Aldershot (Wolves venceu por 7x6 nos pênaltis)
Watford 1x0 Wycombe
Walsall 1x0 Brentford
Sheffield United 2x2 Burton Albion (Burton venceu por 5x4 nos pênaltis)
Rochdale 3x4 Barnsley
Notts County 0x1 Bradford
Ledds United 4x0 Shrewsbury
Hull City 1x1 Rotherham (Hull venceu por 7x6 nos pênaltis)
Doncaster 1x1 York (Doncaster venceu por 4x2 nos pênaltis)
Crewe 5x0 Hartlepool
Cheltenham 1x1 MK Dons (MK Dons venceu por 5x3 nos pênaltis)
Carlisle 1x0 Accrington
Bury 1x2 Middlesbrough

Domingo:

Blackpool 1x2 Morecambe

Segunda-feira:

Preston 2x0 Huddersfield
Oldham 2x4 Sheffield Wednesday
Fleetwood 0x1 Nottingham Forest

Terça-feira:

Yeovil 3x0 Colchester
Torquay 0x4 Leicester
Swindon 3x0 Brighton
Stevenage 3x1 Wimbledon
Port Vale 1x3 Burnley
Plymouth 3x0 Portsmouth
Peterborough 4x0 Southend
Oxford United 0x0 Bournemouth (Oxford venceu por 5x3 nos pênaltis)
Northampton 2x1 Cardiff City
Milwall 2x2 Crawley (Crawley venceu por 4x1 nos pênaltis)
Ipswich 3x1 Bristol Rovers
Exeter 1x2 Crystal Palace
Derby County 5x5 Scunthorpe United (Scunthorpe venceu por 7x6 nos pênaltis)
Dag & Red 0x1 Coventry
Chesterfield 1x2 Tranmere
Charlton 1x1 Leyton Orient (Leyton venceu por 4x3 nos pênaltis)
Bristol City 1x2 Gillingham
Birmingham 5x1 Barnet.

*Em negrito, os times classificados

 
 
 

Blog Archive

Arquivo do blog